domingo, 22 de abril de 2012

Introdução ao iRay

Se você não vive embaixo de uma pedra, deve saber, à esta altura, que os renderizadores que utilizam o poder de processamento das placas de vídeo (GPU) são a nova onda. Uns são mais avançados e completos do que outros, mas praticamente todo mundo estrou nessa.
Se pensarmos bem, faz sentido: por que usar sua poderosa placa de vídeo, capaz de fazer milhões cálculos super complexos em apenas alguns segundos, só pra rodar Battlefield 3, não é? ;-)
Bom, o lance é que como estão aparecendo mais e mais renderizadores assim, a Nvidia e a Autodesk resolveram colocar no 3ds max o iRay, uma "versão real-time" do Mental Ray. No vídeo abaixo, George Matos mostra ao longo de 1 hora (!) como funciona o trabalho com o iRay, onde ele pode auxiliar na rapidez e mudar, de repente, todo o seu workflow.
Pra quem já usa o mr como renderizador (e tem placas de vídeo CUDA), vale muito dar uma olhada!